sábado, 15 de dezembro de 2012

Capítulo 12 - Innocence in flames

 Hey, Hey, Hey!
Olá amores!
Mais um capítulo para vocês!
Ainda não leu os outros capítulos? Clique aqui.
 Capítulo 12  
Innocence in flames
Quando acendi o isqueiro todos ficaram olhando pra mim com uma cara de "Oh Meu Deus! O que essa psicopata vai fazer?!"
O que  eu fiz?
Peguei um cigarro e acendi, todos suspiraram aliviados, foi muito, muito, muito engraçado, pelo menos pra mim, mas, é claro, eu não iria sair de lá assim, né?
Tirei o cigarro da boca e bati as cinzas na cabeça da diretora, aposto que para quem estava assistindo era uma cena muito melhor do que muitos filmes por aí! Quando eu ia me virando para ir embora...
- ALICIA! - gritou a diretora- 
- Que foi? -falei irreverentemente - Vai  me expulsar? Você não pode fazer mais nada...e as cinzas ficaram bem no seu cabelo...cobririam um pouco a sua careca...
Ela estava furiosa, mas, e dai? Eu já tinha sido expulsa de qualquer jeito, e o que ela iria fazer? Me matar? Hahahaha, acho que não seria muito inteligente me desafiar...
- Ah, eu gostaria de falar uma coisa para a minha linda turma antes de sair da escola... - disse com uma voz doce e totalmente fingida - Obrigada, retardados por fazer da minha vida um inferno...Mas, esperem um pouco...Vocês vão pagar, bem caro, eu diria...sem medo, gente, e só mais um recadinho: Vão para o inferno! - mostrei os dois dedos do meio para eles, que mereciam muito mais - 
Realmente, vocês acham que eu iria deixar tudo aquilo barto? Acho que a maioria das pessoas pensaram em um incêndio quando eu peguei o isqueiro, não é? Sim, é exatamente isso que eu vou fazer, mas, é claro que não faria ali, no meio da sala de aula, seria obvio de mais... e com certeza apagariam em segundos, e o que eu quero é destruição...

Sai da sala de aula, estava feliz, muito, muito feliz! Iria sair do inferno, não é perfeito? 
Fui até uma pequena despensa no colégio, onde guardam os materiais de limpeza...Materiais inflamáveis, ótimo lugar para começar um incêndio...Mas, é claro que eu não vou despejar álcool em tudo e sair correndo, não teria graça...todos viriam o incêndio, e como eu disse anteriormente, quero destruição...Quero que notem o incêndio quando ele já tiver causado bastante caos...
Arranquei uma folha qualquer do meu fichário, peguei o isqueiro e coloquei fogo, entrei na despensa e coloquei a folha de papel em chamas dentro de uma caixa de papelão que estava cheia de panos de chão. 
Peguei o isqueiro, colei com fita adesiva para continuar aceso e coloquei ele dentro de um armário que tinha vassouras e esfregões, logo o fogo iria atingir os materiais inflamáveis e o incêndio iria começar de verdade.
Sai correndo para a sala do Fox, eu não vou deixar meu lindo namorado em uma escola pegando fogo, vou? 
Entrei correndo
- Alicia, que susto!
- Desculpa, mas, temos que sair daqui agora!
- Porque, o que foi? Quer ser expulsa? Você deveria estar na aula...
- Tecnicamente eu já fui expulsa...
- O que você fez de errado?
- Olha, eu já fiz muita coisa, amor...Mas, hoje, digamos que eu briguei com a diretora, e como minha ficha com ela não é nada limpa, eu fui expulsa... Mas, vamos! Por favor,  a escola está pegando fogo!
- Hã? Você ficou doida?! Nenhum alarme foi acionado, como você sabe...Você colocou fogo na escola, Alicia?
- Sim! Algo de errado? Agora está apenas na sala onde guardam os materiais de limpeza, por isso não descobriram, mas, como tem álcool e outras coisas lá o fogo vai aumentar rápido, vamos sair daqui, ou quer morrer queimado? E não venha com bronca para cima de mim, mocinho! Vai dizer que quando adolescente você nunca quis colocar fogo na escola?
- Ok, vamos! - saímos da sala dele correndo - Quando adolescente?! Colocar fogo em uma escola é meu maior sonho até hoje! Alicia, você é tipo, um sonho realizado! Tem certeza que você existe e que não fui eu que te inventei? - eu sorri maliciosamente com essa pergunta - 
- Olha, eu não teria tanta certeza que eu sou real, mas, acho que pelos estragos que eu já fiz e que vou fazer ao mundo sou real sim, alguém imaginário não poderia causar tanto estrago...         
Saimos da escola, pegamos o carro no estacionamento e só paramos quando estávamos bem longe da escola...
- Alicia, você é maluca...Não vão descobrir que foi você?
- É, pode ser bem obvio...Mas, talvez sobrevivam, talvez não...
- Como tem tanta certeza?
- Sei lá, talvez eu tenha desativado os alarmes de incêndio e eles não possam funcionar e tenham que avisar sobre o fogo sala em sala, e, você sabe, aquela escola tem mais de 50 salas...
- Alicia, você é uma gênia do mal!
- Hm, na verdade sou SUA gênia do mal, mas, me diga...Ser má pra você é algo bom?
- Muito bom...Principalmente quando isso é combinado com a sua sensualidade e esses olhos brilhantes...        
Sim, nós transamos dentro do carro por mais ou menos meia hora do meio da rua mais populosa de Los Angeles, algum problema?! 
Depois disso tomamos vergonha na cara e finalmente fomos para casa...
Eu estava no quarto, vendo televisão quando de repente o Fox me chamou...
- Alicia, vem cá, você precisa ver isso!
- Tá, tô indo...
Ele estava vendo televisão, adivinhem? Uma emissora de TV estava cobrindo o incêndio na escola...
"Estavamos aqui, em frente a Wisdom and knowledge High School, uma das maiores escolas de Los Angeles para cobrir uma catastrofe, a escola foi incendiada esta tarde por um motivo misterioso, os bombeiros estão tentando conter o incêndio, infelizmente 12 alunos se feriram, e 3 deles estão no hospital, gravemente feridos, agora, vamos entrevistar a diretora do colégio, para saber mais informações ou talvez até uma teoria sobre o inicio desse incêndio.
- Olá, diretora Culeman, há alguma suspeita de como esse incêndio começou?
- Na verdade, há sim. 
- Conte-nos.
- A talvez 30 minutos antes de sabermos sobre o incêndio, eu fui a uma das turmas do 3º ano para chamar uma aluna a minha sala, aluna muito rebelde eu diria, estava com alguns problemas em relação ao comportamento dela, por eventualidades das atitudes dessa aluna tive que, infelizmente expulsá-la, ela estava com um isqueiro em mãos, até utilizou-o antes de sair da sala, eu, o professor e os alunos presentes até suspeitamos de que ela faria algo grave, mas, não fez nada... Saiu da sala, era a única aluna fora de sala nesse horário, e, por estar portando um isqueiro, realmente à uma suspeita muito grande sobre essa aluna, mas, não confirmo nada, é apenas uma suspeita, não estou incriminando-a.

- Obrigada pela informação, há mais algum fato que possa comprovar ou pelo menos aumentar  a suspeita sobre essa aluna?
- Na verdade sim, ela é uma menina além de rebelde muito, digamos, perturbada...Se automutila, bebe, fuma... a até já disseram que ela se droga, e realmente, alguns dos meus alunos viram isso...
- Realmente, acho que é um bom inicio de suspeita para solucionar a causa  desse incêndio,  espero que os alunos feridos se recuperem e que a instituição não se danifique muito."         
  
Ele desligou a televisão.
- E agora, o que vai fazer?
- Como assim o que vou fazer? Ela disse que uma aluna rebelde que estava com um isqueiro e que foi expulsa hoje colocou fogo na escola, não disse que fui eu!
- Hahaha, muito engraçadinha...
- Ok, agora, falando sério: Onde aquela filha da mãe está se informando sobre mim? Com a minha mãe ou com a Ashley ,mais conhecida como filha de satã? Desde quando e em que universo inexistente eu sou drogada?! Fala sério...
Quanto ao incêndio, eles vão procurar por mim na minha casa, minha mãe não sabe onde eu estou, e, se descobrirem, danem-se, eu tenho muitas provas de que sou inocente.
- Mas, você não é inocente...
- Eu sei, mesmo assim, eu consigo provar isso...
- É por isso que eu te amo, você é muito esperta, além de sexy, linda, perfeita... - ele foi chegando mais perto -
- Ou, calma aí, a gente acabou de fazer isso a vinte minutos...
- Ok. ok, mas, como você vai provar a falsa inocência?
- Simples, eu sou uma ótima hacker, antes de colocar fogo na escola, eu invadi o sistema da escola, desliguei as câmeras, e antes de ir na sua sala, religuei apenas as do corredor da minha sala para a saída da escola, exclui a gravação da hora em que eu saí da sala, e fingi ter saído, ou seja, para as câmeras eu sai da sala e sai da escola, simples... e como a sala de monitoramento fica bem longe de onde o fogo atingiu a escola, provavelmente a única prova que tem contra mim seriam as filmagens da câmera. Satisfeito?

Ele ficou totalmente boquiaberto.
 - Alicia, você é uma gênia!
- Obrigada! 

Como eu sempre tenho um plano, fui para a casa e forjei uma briga com a minha mãe, nada sério, e acho que ela nem percebeu que era tudo fingimento, e no meio da briga, a campainha tocou, eu já sabia que eram os policiais, eles tinham chegado faz tempo, mas, estavam ouvindo a minha briguinha, onde graças a minha mente totalmente má minha mãe saiu como total culpada da situação.
Atendi a porta, com lágrimas nos olhos.
- Alicia Montogmery?
- Sim...
- Venha conosco, temos que averiguar uma denuncia feita contra você...

Eu não resisti, apenas fiquei fingindo um choro a viagem inteira até a delegacia, eles olhavam para mim com pena, choro...um sinal de inocência, sim, eu sou uma ótima atriz.
Quando chegamos a delegacia a diretora já estava lá, mesmo assim, não sai do meu papel de coitadinha...
- Então, diretora, o que te leva a acusar a Alicia? - perguntou o policial - 
- Ela usava um isqueiro quando saiu da sala de aula, era a única aluna fora da sala de aula e já havia cometido alguns delitos anteriormente.
- O que tem a dizer, Alicia?
Eu fiquei calada por um tempo, chorando...Estava com muita vontade de rir, eles estavam acreditando naquilo tudo! 
- Eu sei que dizer "Não fui eu" não vai adiantar de nada... Mas, a única coisa que eu fiz com aquele isqueiro foi acender um cigarro, e, eu tenho como provar, o isqueiro está aqui, comigo!  - tirei o isqueiro do bolso e mostrei ao policial - Como o incêndio começaria e seria tão grande se o isqueiro não estivesse lá dentro? Por favor, eu não fiz nada...

Sim, o isqueiro verdadeiro está dentro da sala dos materiais de limpeza, provavelmente completamente destruído, mas, eu sou prevenida, sempre tenho um truque.
- É mentira! Ela colocou fogo na escola sim! Não tem outra suspeita! Só pode ter sido ela, ela tem motivos totais para querer se vingar da escola! É uma drogada! Culpa todos pelos seus problemas familiares! Tem freqüentes discussões com os alunos! - disse a diretora, quase gritando - 
- Isso é verdade, Alicia?
- Por favor...-intensifiquei o choro - Eu não quero falar sobre isso... Mas, eu não sou drogada! Nunca usei drogas na minha vida! Admito que bebo e fumo, mas, nunca, nunca me droguei! 
- Diretora, tem alguma prova de que a Alicia iniciou o incêndio?
- Sim! Temos as fitas das câmeras, elas filmaram tudo!
A diretora deu as fitas para o policial, que colocou no computador...Ela estava com um sorriso já de vitória, só não contava com uma coisa... Alicia Montgomery não brinca em serviço.
              Começamos a ver a fita, e, bom, eu só saí da sala e fui para casa, não é?
Estava com uma vontade enorme de começar a rir, mas, me segurei, continuei chorando, isso iria abafar a vontade de rir.
- Bom...-disse o policial - Pelo o que as câmeras gravaram a Alicia não fez nada...
- Mas, foi ela! Eu sei que foi!
- Acalme-se...Alicia, nos desculpe por isso, mas, tínhamos que checar...
- Tudo bem, eu entendo...Espero que descubram o motivo do  incêndio, já posso ir para casa?
- Sim, pode. Quer uma carona? 
- Não, eu vou andando...
-Tem certeza que vai ficar bem? Sem querer ouvimos a briga...
- Tudo bem, já aconteceu antes...
Sai andando da delegacia, com um sorriso de vitória...
Ah, como é bom ser má! Para comemorar, acendi um cigarro e voltei para o apartamento do Fox. 
Essa diretora ainda vai aprender a lição...          
                   
---
Mereço comentários ou terei que provocar um incêndio na linda casinha de vocês?
Cutting & Blood'
*xoxo*
Lady Suicide
-->*<--

5 comentários:

  1. Cara,sua mente é muito de Serial Killer,de onde tu tiras isso?Se acontecer assassinatos em série na sua cidade,se encontrarem essa sua web novela você provavelmente vai ser a principal suspeita! kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkk' eu não sei da onde eu tiro... de mim mesma eu acho, eu realmente tenho uma mente muito malvada... aueae' é melhor não me provocar antes que eu liberte essa parte de mim hauehae'
      Se acontecessem assassinatos aqui eu acho que eu seria presa na hora hauhe'

      Excluir
  2. kkkkk!! Adorei a história, quero mais!!

    ResponderExcluir